Entenda porque pagamos muito caro pela conta de luz!

By | 25/05/2017

Neste artigo você vai descobrir porque pagamos muito caro pela conta de luz entendendo como funciona o sistema de cobrança de tarifa de energia elétrica no Brasil e verá uma oportunidade real de economia.

energia elétrica é fundamental para o progresso da humanidade, mas nós, brasileiros, pagamos bem caro para tê-la em nossas casas e empresas. Só para você ter uma ideia, de acordo com um estudo publicado pela Firjan em julho de 2016, nos últimos três anos o custo da eletricidade aumentou 59,3% para pequenas e médias empresas brasileiras.

Sob um ponto de vista, fica difícil compreender como um país tropical como o nosso, com sol abundante o ano inteiro, pode cobrar tão caro pela energia em nossas tomadas.

 

Saiba funciona a cobrança da tarifa de energia

Para você começar a entender o que se paga todos os meses na conta de energia, saiba que no valor estão inclusos os seguintes itens:

  • Compra da energia eletrica (custos do gerador);
  • Transmissão (custos da transmissora);
  • Distribuição (serviços prestados pela distribuidora);
  • Encargos setoriais instituídos por leis;
  • Tributos instituídos por leis (como PIS/COFINS, ICMS e Contribuição para Iluminação Pública).

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), os custos de energia elétrica representam a maior parcela do valor da conta (53,5%), seguido dos tributos (29,5%) e os valores de distribuição (17%):

(Fonte: ANEEL)

Como já se sabe, em 2015 foi criado o chamado sistema de bandeiras tarifárias para recompor os gastos extras com o uso das usinas termelétricas (que são mais caras), já que a longa estiagem e a consequente falta d’água impossibilitou a plena utilização de algumas hidrelétricas.

Classificadas pelas cores verde, amarela e vermelha, as bandeiras tarifárias indicam, mensalmente, se a energia está custando mais ou menos por conta do custo extra das distribuidoras.

Quando a bandeira é verde, a conta não sofre aumento; a amarela indica que os custos da produção da energia estão aumentando, enquanto a bandeira vermelha revela que os custos estão elevados. Estas duas últimas bandeiras significam, portanto, um aumento na conta a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos ‒ além de todos os outros encargos já emitidos.

Será que a conta de energia elétrica vai parar de crescer?

Diante de todos estes encargos, tributos e bandeiras tarifárias, é muito pouco provável que a conta de energia deixe de sofrer constantes reajustes, principalmente por conta da recessão econômica pela qual o país está passando. Segundo relatório do Banco Central, estima-se que, em 2017, a energia elétrica sofra um aumento de 7,7%. No Amapá, a conta ficará 50% mais cara por conta do reajuste anual, segundo o portal de notícias G1.

Além desses fatores econômicos, existe ainda uma razão para que a a conta de energia elétrica seja uma das mais caras do mundo, e que assim permaneça se um fator não for mudado: o tipo de geração.

O esgotamento do potencial hidrelétrico já é uma realidade, pois além do constante desperdício de água que o país enfrenta, também vivemos sob condições climáticas adversas ‒ como a estiagem de 2015, que deixou São Paulo praticamente sem água e todo o Brasil apreensivo.

Uma Forma de Real de Economia

Recomendamos que você conheça O Manual da Energia Mais Barata que é o passo a passo definitivo que está ajudando milhares de brasileiros a ter de volta o dinheiro que pagaram indevidamente na conta de energia nos últimos 5 anos!

E ainda, vai te ajudar mostrando todos os passos que você deve seguir para dizer adeus as contas altas e pagar até 35% menos do que você está pagando hoje!

Tudo isso dentro da Lei de forma 100% legalizada. Esse é um direito seu e de milhões de brasileiros que pagam valores altos indevidamente.

No ano passado o governo arrecadou 12 Bilhões em ICMS sobre a energia elétrica que você paga! No mínimo 2,5 Bilhões é nosso, isto é, pelo menos 20% do valor total que arrecadaram.

Por favor, vote aqui se o artigo foi útil para você:

[kkstarratings]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iconic One Theme | Powered by Wordpress
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.